Olá, noivos,

Quando um casal decide que já é hora de marcar a data do casamento, um dos primeiros desafios que ele tem pela frente é definir como a união será comemorada. A verdade é que cada casal acaba encontrando a forma mais especial para comemorar, levando em conta o orçamento e a disponibilidade de cada um dos noivos. Mas, se vocês têm poucos convidados e disposição de sobra para dedicar cortesia e carinho a cada um deles, que tal organizar um casamento íntimo?

A proximidade entre noivos e convidados e a atenção quase personalizada que pode ser dispensada àqueles que participam da cerimônia são as marcas registradas do casamento íntimo. Como em uma reunião em casa, no casamento íntimo o casal tem a possibilidade de fazer com que seus convidados sintam-se mais confortáveis durante a festa. Mas também há uma desvantagem: como a cerimônia é mais restrita, com menos convidados, é possível que algum amigo fique de fora.

A relação de convidados, no caso de um casamento íntimo, conta com cerca de 50 pessoas. Uma boa dica que costumo dar às minhas noivas, para selecionar os convidados realmente íntimos, é checar a agenda do celular. Geralmente, só registramos os dados das pessoas com que realmente temos contato contínuo.

Embora o casamento íntimo possa dar idéia de um casamento improvisado, se engana quem pensa que organizar este tipo de casamento é mais fácil. Na verdade, a inspiração é a mesma, por também tratar-se da união de duas pessoas que se amam, como em uma cerimônia tradicional. O trabalho dispensado ao evento pode até aumentar em certos casos, quando os noivos decidem personalizar alguns itens da festa, por já conhecerem o gosto da grande maioria dos convidados. A idéia é não deixar que, por ser um casamento para pessoas mais próximas, o evento deixe a desejar. Este tipo de cerimônia deve ter tudo o que um casamento precisa e merece ter, respeitando protocolos, regras de etiqueta e cerimonial. Os noivos precisam ter em mente que o casamento íntimo é uma opção do casal, e não uma falta de opção.

A cerimônia íntima pode reunir a celebração e a recepção em um único lugar. Aliás, o item mais importante de um casamento íntimo é o local onde ele será realizado. Os noivos podem optar pela casa de um dos dois ou por um hotel. O fundamental é que o local escolhido tenha um bom espaço físico e seja confortável, capaz de acomodar os convidados na medida certa. Ter seus convidados apertados em um mesmo ambiente, ou ter espaço demais, com aquela sensação de festa vazia, é igualmente desagradável e pode ser evitado com um planejamento eficaz da cerimônia. A assessoria de casamentos é a grande aposta dos noivos para evitar deslizes e garantir que o planejamento da festa seja colocado em prática com excelência.

Se o casal decidir fazer o casamento na casa da noiva ou do noivo, o essencial é que fique atento aos detalhes, tanto do acabamento do local quanto da mobília. É interessante que os noivos preocupem-se em investir na produção da casa ou apartamento. Caso achem que os móveis da casa não estão legais, não há problemas em retirar a mobília e acomodar uma nova, decorativa, que pode ser alugada. Cada detalhe da casa vai ser reparado. Então, é importante estar atento e usar o bom-senso. O casal pode contratar um decorador para auxiliar nesta tarefa.

Já se o local escolhido para a festa for um hotel, é bom confirmar o número de convidados e visitar o salão com antecedência. Assim, vocês conseguirão ter o espaço e a decoração ideais para o grande dia. É bom lembrar que a máxima menos é mais vale também para decoração de recepções.

Após a escolha do melhor espaço, entra em cena a preparação do local que receberá tanto a cerimônia religiosa quanto a festa de casamento. A produção deve incluir um altar bem organizado e decorado, se for o caso, mesas dispostas pelo ambiente, com arranjos florais e toda a decoração de um casamento tradicional.

O tipo de cerimônia preferida pelo casal vai determinar a quantidade de mesas dispostas aos convidados. Em caso de um coquetel, podem ser disponibilizadas apenas algumas mesas de apoio. Já se os noivos optarem por servir um jantar, será necessário ter um bom espaço físico para acomodar todos os convidados sentados.

O fato de a cerimônia ser realizada em casa não tira nem a importância nem o brilho do momento. Por isso, os cuidados com os trajes de cada participante da cerimônia deve ser o mesmo: todos devem vestir-se para um casamento. Enquanto o noivo veste terno, a noiva escolhe o modelo que preferir, respeitando o estilo dela, o estilo da cerimônia e o horário do casamento. Para os convidados, valem as mesas regras de um casamento tradicional.

Os convites para esta tipo de cerimônia devem ser impressos e podem ser menores. É bom lembrar que o convite é o ponto de partida de uma festa de sucesso e que, no caso de uma cerimônia íntima, deve ser entregue pessoalmente pelos noivos.

Como em todo casamento, o cerimonialista é peça fundamental também na celebração íntima. Afinal, todas as etapas do casamento serão seguidas e é necessário que alguém cuide para que tudo aconteça perfeitamente. Os noivos podem, com a ajuda dele, realizar o cortejo tradicional mesmo que optem por se casar apenas no civil. Esta apresentação daqueles que participam da cerimônia, aproxima os convidados da vida dos noivos e da importância do momento, tornando a cerimônia bem mais emocionante e intensa.

A trilha sonora para a entrada da noiva fica a critério de suas preferências e do estilo do casamento. Ela pode ter tanto um DJ, quanto um pianista. Para a recepção, banda e música ambiente também são boas opções.

E, como em qualquer reunião que se promova em casa, o limite para os cômodos não-colocados à disposição da festa, fica por conta das portas fechadas e do bom-senso de cada um.

Um beijo e até a próxima!


Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar