Em conversa com um amigo sobre os preparativos do seu casamento, percebi que ele estava muito confuso, nervoso e apreensivo. Perguntei o motivo e ele respondeu que depois que sua noiva e ele optaram pelo sim suas vidas se transformaram em uma tremenda correria. Ele até brincou: Estresse é o meu nome desde que marquei a data do casamento!

Até então, calada, só ouvia o ele que desandou a falar. Ele disse também que casar não é apenas amar um ao outro e, sim, acumular imensas responsabilidades. Coitado, várias dúvidas passavam pela cabeça dele, como, por exemplo, se ele seria um bom marido. Olhando no meu olho, este amigo querido disparou sua metralhadora de dúvidas: Como é dividir o mesmo teto? E se eu perder o emprego? Será que ela vai gostar de mim, mesmo depois de algum tempo casado?

Ansiedade e estresse são mais do que termos utilizados com freqüência no dia-a-dia das pessoas. Estresse é coisa séria e afeta a qualidade de vida de todos. Confesso que, depois de organizar uns 500 casamentos até hoje, é difícil encontrar noivos relaxados e sem estresse. Imagine juntar a vida cotidiana, os preparativos do seu casamento e as preocupações com uma nova fase que se inicia. Não é uma missão fácil...

Irritação, mau-humor, insônia e angústia são itens que fazem parte da vida de muitos noivos quando estão próximos de subir ao altar. As noivas que fazem do casamento o momento mais importante da vida sabem bem o que isso significa.

Vários termos definem a palavra estresse. No dicionário Michaelis, por exemplo, a palavra stress significa força ou influência desagradável, pressão, tensão, esforço, entre outros.

A psicanalista e doutora em Comunicação e Semiótica Fani Hisgail explica que o estresse tem muito a ver com um sentimento de angústia, afeto (sim, angústia é o lado negativo do afeto) que acontece exatamente porque está faltando algum sentido ou alguma coisa na vida de quem sente essa emoção. É como dizer que está angustiada e não saber o porquê.

Quando a pessoa descobre o motivo da angústia, deixa de se sentir angustiada e passa apenas a ter uma preocupação. Isso, segundo Fani Hisgail, se torna uma pré-ocupação, motivo que pode levar ao estresse.

A psicanalista esclarece ainda que a pessoa estressada pode ter uma reação de paralisação, sintoma que está ligado a uma situação de susto e medo. No caso do casamento, embora seja uma idealização tanto para os homens quanto para as mulheres, é um momento que está para se realizar, por isso, é inevitável que a angústia apareça.

É natural que por trás de uma situação de estresse haja uma força contrária que seria a não realização do desejo, simplesmente por medo de que algo dê errado e acima de tudo, assumir a nova etapa da vida.

No casamento, várias dúvidas são colocadas em questão, porque casar não é apenas ter uma cabana para viver de amor. E, sim, começar a viver em parceria com alguém cujo contrato é dividir e construir um projeto em comum. Muito diferente de quando você decide por si próprio, afirma a psicanalista.

A alteração na vida de uma mulher quando o assunto é casamento, com certeza, pode se transformar num verdadeiro estresse. Vale lembrar que planejamento, auto-controle e organização são itens fundamentais para manter o equilíbrio.

À medida que o casamento se aproxima, é normal que os noivos fiquem apreensivos. Uma boa conversa pode ser ótima opção para relaxar.

Lembre-se: mesmo com a correria do casamento, é essencial que vocês se divirtam com os imprevistos que possam acontecer.

O dia do casamento passa muito rápido, portanto, tudo deve ser aproveitado. Com certeza, vocês vão rir das situações que os envolveram e que transformaram este dia num dia mais do que especial.

Um beijo e até a próxima semana,


Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar