NÃO façam um casamento para os outros. Lembrem-se que são vocês que estão casando, portanto, sigam seus instintos e desejos. Façam a cerimônia do casamento de vocês do jeito que sempre sonharam. Não deixe que a opinião dos outros apague seus sonhos.

NÃO convidem pessoas só porque vocês acham que devem ou porque é importante politicamente convidar. Se vocês têm um orçamento definido (e geralmente todo mundo tem), a regra básica para não fugir dele é não sair da lista de convidados que inicialmente vocês montaram. Lembrem-se que, a cada pessoa que vocês adicionam mais cara ficará a festa. Convidem as pessoas por quem vocês tenham carinho e que estejam realmente envolvidos com a história do relacionamento de vocês, pois, é um momento muito especial onde é muito importante estar cercado de familiares, amigos, amor e carinho.

Olá, Noiva!

Esta semana vou falar um pouquinho sobre o noivado.

Você sabia que até o século 18 o noivado era um contrato jurídico e religioso e os pais que quebravam a promessa de casamento de um filho ficavam sujeitos à devolução dos dotes e objetos de valor oferecidos ao casal e, acredite, até à excomunhão da Igreja Católica por três anos?

Olá, querida noiva!

Casar durante a semana é chique, mas, e se cair numa sexta-feira 13? Como tudo no mundo, o casamento é uma cerimônia/comemoração repleta de superstições.

Quem nunca teve uma amiga que já pediu algo emprestado para usar no dia da cerimônia? Ou, ainda, quem, sonhando em subir ao altar, não anotou o nome na barra do vestido da noiva? Que atire a primeira pedra quem nunca se rendeu às superstições! Sendo bem racional, se estas pequenas crendices não ajudam, a verdade é que também não atrapalham. O mais importante é fazer de tudo para que o casamento saia perfeito e permaneça em clima de eterna lua-de-mel, e que os noivos vivam felizes para sempre como em todo bom conto de fadas.

A boa educação manda presentear os noivos quando se é convidado para um casamento. Mas, escolher o que dar de presente é um desafio para muitos convidados. A solução para este problema é você fazer uma lista de presentes do casamento.

Além de ajudar os convidados a escolher o presente, a lista também evita outros inconvenientes, como presentes que os noivos não gostem ou repetidos.

Os preparativos de um casamento, além de expectativas e muito trabalho, também geram custos. Na maioria das vezes, este valor é bem mais alto dos que os noivos podem pagar.

Antigamente, os pais da noiva arcavam com as despesas da cerimônia e recepção, enquanto os pais do noivo se incumbiam de pagar as alianças, a lua-de-mel e a casa dos recém-casados.

Outro dia, acompanhava em casa a conversa da cozinheira e da babá de meu filho. Elas falavam do último capítulo da novela. Uma reclamava para outra que o quadro de luz deu pane exatamente no meio do último capítulo de sexta e que o marido só conseguiu arrumá-lo duas horas depois. Rimos muito da angústia dela em não poder assistir ao último capítulo. E fiquei pensando nisso.

Existem diversas variações para o tradicional chá-de-cozinha ou chá-de-panela. Os nomes são muitos e vai da criatividade da noiva ou do casal.
Há o chá-bar (quando o noivo e seus amigos também participam), o chá-de-lingerie, o chá-de-churrasco, o chá-de-relógio, e, claro, o tradicional chá-de-cozinha.
O chá deve ser realizado no máximo duas semanas antes do casamento, e normalmente é organizado por uma das amigas da noiva ou do casal.

Esta semana recebi muitos pedidos de noivas querendo dicas para um casamento perfeito, e também curiosas para saber quais as gafes que não poderão cometer no dia mais importante de suas vidas.

Então, decidi contar cinco segredinhos simples, porém fundamentais, para que o casamento saia impecável, e também relatar quatro gafes que já presenciei e que são exemplos do que não se deve fazer na cerimônia. Vamos começar pelo lado positivo.

O lilás está com tudo. Deixou seu antecessor, o rosa, comendo poeira. Ele pode ser usado em praticamente toda a decoração: nas flores, na embalagem dos docinhos, nas toalhas das mesas, nos copos e taças, no convite do casamento, enfim, esta nova tendência de cor para decorar festas de casamento está se mostrando versátil e acabando com a ditadura do rosinha.

Um casamento é uma ocasião pra lá de especial. Por esta razão, todos os convidados procuram se vestir de acordo, mas alguns detalhes podem comprometer o traje escolhido. Para que isto não aconteça, darei algumas dicas que podem ajudar na hora de definir o figurino.

Numa cerimônia matrimonial, dois fatores determinam de que maneira os convidados devem se vestir: o horário e o bom-senso.

O casamento, além de uma data marcante, é uma cerimônia tradicional e rica em detalhes e protocolos que devem ser seguidos. Cabe à noiva, e a quem se dispõe a ajudá-la, muita atenção aos preparativos. Afinal, a idéia é que todo mundo se divirta no Grande Dia e que a festa transcorra sem gafes.

Nos últimos anos, tenho recebido na Marriages e no Clube das Noivas muitos e-mails de noivas querendo tirar dúvidas sobre a festa e também sobre a cerimônia. Reuni aqui as principais "angústias" que tiram o sono das noivas, desde a quantidade de doces, bebidas e salgados a serem oferecidos por pessoa, à maneira de se redigir e entregar os convites. Vamos lá:

Muito se engana quem pensa que casamento está fora de moda. Continua alto o número de mulheres que sonham em se casar com tudo o que tem direito. Ainda que não seja um casamento oficial, todo mundo comemora, de um jeito ou de outro, sua união com a pessoa amada.

O vestido branco, o noivo no altar, a marcha nupcial, a igreja cheia, os padrinhos, as daminhas e pajens, o buquê, a hora do "sim", o bolo, a valsa e uma linda festa são os principais ingredientes para aquelas noivas que desejam uma cerimônia tradicional como as de antigamente. Quem já casou garante que não há emoção igual.